top of page

Usina de energia solar em Jaguariaíva (PR) é inaugurada pela Arauco

A indústria de produtos de madeira, Arauco, está implementando um projeto piloto de usina solar fotovoltaica na unidade de Jaguariaíva, no Paraná. O projeto em questão conta com a instalação de 811 painéis fotovoltaicos de 555 W em uma área de quase 1.696 m². Os painéis instalados fornecerão em média 50,8 MWh por mês. O investimento feito foi de R$ 2,5 milhões, com a expectativa de retorno em até 8 anos. Julio Cesar Scarpellini, diretor técnico de madeiras da indústria, explica que a tecnologia permite uma grande redução nos custos, já que a empresa deixa de pagar pela energia consumida pelas unidades ligadas ao sistema de captação de água em Jaguariaíva e pelo escritório corporativo localizado em Curitiba. Juntas, estas duas plantas utilizam aproximadamente 51,0 MWh ao mês. “Outro benefício está diretamente ligado à sustentabilidade e ao meio ambiente, pois utiliza tecnologias econômicas e de fontes renováveis”, afirmou o diretor. Vale lembrar que a regulação do setor elétrico brasileiro para usinas de minigeração solar permitem que a produção de energia ocorra em um local diverso daquele onde se encontram as unidades consumidoras beneficiadas com a compensação de seus respectivos consumos de energia. Em 2022, a Arauco atingiu um marco em sua matriz energética, com 67,1% da energia consumida proveniente da queima de biomassa, 30,7% de energia elétrica renovável adquirida e apenas 2,2% provenientes de combustíveis não renováveis.



Comments


bottom of page